Formação em competências digitais, programação nas áreas de Android, Inteligência Artificial e Cloud, mas também no apoio a startups e empregabilidade, são as áreas centrais do novo programa  “Grow Portugal with Google” que está a ser anunciado hoje, numa parceria entre a Google Portugal e o Governo português, através do Ministério da Economia e da Transição Digital. A colaboração materializa-se num Memorando de Entendimento hoje assinado e reforça algumas das iniciativas emblemáticas, como o Atelier Digital e o Android Training Program.

O objetivo é apoiar Portugal na recuperação económica, numa iniciativa integrada no compromisso da Google de ajudar 10 milhões de pessoas e negócios na Europa, Médio Oriente e África (EMEA) a encontrar empregos, na digitalização e a crescer.

O secretário de Estado da Transição Digital, André de Aragão Azevedo, explicou na abertura da cerimónia de assinatura que este acordo foi desenhado num trabalho que decorreu ao longo de várias semanas e alguns meses para "um modelo de acordo que tem no espírito um alinhamento e convergência de agendas". A necessidade de desenvolvimento de competências, de digitalização da economia, e sobretudo das PME, e o apoio à internacionalização, foram alguns dos aspetos sublinhados.

tek memorando Google Portugal e Governo

Para Bernardo Correia, country manager da Google Portugal, este memorando é a continuidade de uma aposta da empresa em Portugal e das competências dos portugueses. "A Google tem vindo a investir nas competências digitais de forma a ajudar Portugal na sua viagem de transição digital. Este novo programa será, estou certo, um catalisador nesta retoma económica e iremos continuar a trabalhar com o Governo, parceiros e associações para ajudar muitos Portugueses e as pequenas e grandes empresas deste país a dar o salto digital de que precisam para terem sucesso no mundo de hoje”, afirmou.

Formação em Android para mais 3 mil programadores e mais competências e ferramentas digitais

No âmbito do memorando estão integrados seis novos programas desenvolvidos pela Google, alguns dos quais são uma renovação ou alargamento de iniciativas já existentes. A integração da pesquisa de empregos na plataforma do motor de busca da Google avança já hoje, mas algumas iniciativas arrancam em outubro, enquanto outras não têm ainda data definida, como o  AI for Business. Outros dois programas hoje incluídos no memorando já estão a decorrer com a AICEP e a Indico Capital.

Estes são os seis programas anunciados:

  •  Empregos na Pesquisa Google (arranca já hoje): Em parceria com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), quando as pessoas pesquisarem por empregos no Google vão ter uma experiência que lhes permitirá explorar empregos na web e  refinar as pesquisas para irem ao encontro das suas necessidades. Segundo a Google, esta experiência já ligou 10 milhões de pessoas a empregos em todo o mundo.
  • Atelier Digital (renovado a partir de 6 de outubro): Desde 2016, mais de 83.000 portugueses foram formados em competências digitais através do Atelier Digital - cursos online e presenciais em colaboração com o Conselho Coordenador dos Politécnicos Portugueses. Agora, a versão presencial do Atelier Digital foi convertido para o online, numa versão webinar com um total de 10 sessões com 10 politécnicos diferentes. Este ano, o objetivo é treinar 32.000 portugueses em competências digitais, ou seja 10.000 mais do que em 2019.
  • Android Training Program (a partir de 14 de Outubro) : Em 2019, a Google, em parceria com instituições de educação, lançou o programa para formar os portugueses em programação. Até ao momento, foram realizados 14 eventos com um total de mais de 3.000 programadores formados. Agora, o Android Training Program é alargado para incluir formação em Cloud e machine learning e surgem novas parcerias com Universidades para eventos online com o objetivo de formar mais 3.000 programadores ao longo de 12 eventos.
  • AI for Business (a lançar em breve): A Inteligência Artificial tem o potencial para transformar a forma como funcionam os negócios - melhorando a competitividade global. O lançamento desta ferramenta em Portugal pretende que as empresas possam recomendações personalizadas sobre como podem implementar a IA nos seus negócios.
  • Indico Accelerator Program powered by Google for Startups:  A Google juntou-se à Indico Capital Partners para lançar este programa de aceleração. O programa está atualmente a decorrer com o apoio da StartUp Portugal e será concluído em Junho de 2021. O programa inclui mentoring, formação, masterclasses, apoio na obtenção de financiamento, recrutamento e segmentação de produto e de consumidores da parte da Google e da Indico.
  • Webinares de internacionalização: A Google lançou com a AICEP três webinars gratuitos com foco na expansão internacional para mostrar como o digital pode ajudar as empresas, e em especial empresas de retalho, da escolha do mercado correto à preparação para ser uma empresa global.

No encerramento da sessão, o ministro Pedro Siza Vieira voltou a destacar a importância do digital e a integração com a estratégia do Governo nesta área. "Temos de pensar coletivamente no que devemos fazer para afirmar Portugal como uma sociedade verdadeiramente desenvolvida assente na inovação, inclusiva e tecnologicamente avançada. Esta colaboração é disso exemplo e estou convicto que será um importante contributo para o reforço da capacitação digital da nossa população, imperativa para que possamos continuar a superar com sucesso os desafios da digitalização", afirmou o Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital.

Nota da redação: A notícia foi atualizada com mais informação. Última atualização 16h49

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.