Até final do ano o governo vai disponibilizar 530 milhões de euros para ajudar a reforçar a competitividade das pequenas e médias empresas que investem em inovação.



O montante subdivide-se em duas áreas, uma primeira orientada para o capital de risco e uma segunda para operações de capital semente, garantia mútua ou apoio à titulatrização de créditos. Ao primeiro tipo de iniciativa serão aplicados 300 milhões de euros, já ao segundo grupo de iniciativas estão destinados 230 milhões de euros.



As medidas foram anunciadas por Manuel Pinho, no Fórum Financing Innovation que se realiza hoje em Lisboa, revela a Lusa. No mesmo evento o ministro da economia adiantou também que o governo está a planear a criação de um Fundo de Inovação e Competitividade, assegurado pelo ministério, por diversos bancos e pelo Fundo Europeu de Investimento e competitividade que terá uma verba de 100 milhões de euros.



No fórum organizado pelo IAPMEI e pela Comissão Europeia Manuel Pinho revelou ainda que está em marcha um reforço de verbas, via Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN), na ordem dos 130 milhões de euros para a sociedade capital de risco INOVE Capital.



Notícias Relacionadas:

2007-05-21 - Seis dezenas de PMEs assinam contratos para realizar projectos ao abrigo do SIED

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.