Ainda o empreendedorismo estava longe de assumir o protagonismo que hoje tem no tecido empresarial português, quando a Associação Nacional de Jovens Empresários criou o prémio que todos os anos distingue um jovem empreendedor.

À 17ª edição da iniciativa, que na primeira edição deu o prémio à Critical Software, concorreram mais de 150 projetos. Seis chegaram à final e no próximo dia 18 de novembro será conhecido o nome do empreendedor que conduz o melhor projeto. À sua espera tem um prémio de 30 mil euros (20 mil euros em dinheiro e 10 mil em serviços, incluindo um ano de incubação e um doutoramento).

Uma das startups a concurso é a Exogenus Therapeutics, uma empresa que trabalha na área da terapia celular aplicada à área da medicina regenerativa, focada no tratamento de lesões da pele. A startup está a criar o seu primeiro produto, o Exo-Wound, para o tratamento de feridas crónicas. É uma solução que recorre a células não vivas e que por isso não induz respostas imunitárias (como rejeições). Os testes têm revelado que – para uma utilização de 10 dias - esta terapia é 50% mais eficaz que os produtos hoje disponíveis no mercado.

Comer gomas para tratar uma gripe?

Na lista de finalistas aos prémios da ANJE também está a DoctorGummy, que criou gomas que são medicamentos para crianças. O produto é 100% natural, assegura a empresa, e incorpora o princípio ativo dos medicamentos. Estas gomas não têm açúcar, glúten, lactose, corantes ou conservantes artificiais, mas o aspeto é igual ao de um doce normal.

[caption][/caption]

Os responsáveis da Glexyz criaram uma plataforma virtual de teste de produtos, que também pode valer um prémio ao responsável da startup. A solução funciona na cloud e quer democratizar o acesso a ferramentas de virtualização que permitam testar novos produtos, tornando o processo mais barato e acelerando a chegada ao mercado.

A Line Health, de que o TeK já tinha falado, junta-se aos finalistas com uma solução para ajudar doentes crónicos a controlarem a medicação. Funciona com base numa aplicação móvel que reúne informação sobre o doente e emite notificações, ao mesmo tempo que dá apoio na monitorização e registo de informação sobre sinais vitais e atividade física. A solução fica completa com uma caixa, que serve para guardar os medicamentos e que regista a hora a que estes são tomados. Caixa e app podem ser sincronizadas.

[caption][/caption]

A Stuk.io chega à final do prémio, depois das várias fases de seleção que o caracterizam, para mostrar uma plataforma online que ensina a programar e ajuda a transformar ideias de negócio em aplicações web. A plataforma já conta com 10 mil utilizadores em mais de 100 países, que tiram partido dos tutoriais de vídeo com guias passo a passo, criados pela empresa.

A Matter fecha a lista dos seis finalistas graças à ideia de fazer o reprocessamento de resíduos agroindustriais e usar a técnica para criar novos produtos para áreas como a construção (revestimentos, por exemplo), arquitetura e design.

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.