Findo o terceiro trimestre do ano, Portugal conta na sua lista com 33.898 novas empresas, um crescimento de 8,9% face a igual período do ano passado, indica o Barómetro Informa D&B.

O sector das Tecnologias da Informação e Comunicação mantém a tendência de um forte crescimento, com a constituição de mais 196 empresas, mais 17,2% do que no mesmo período do ano anterior, e 1.337 novas entidades.

Em um total de 7.500 empresas, a grande maioria (à volta de 70%) exerce atividades de consultoria e programação informática. Já o segmento das Telecomunicações, responsável por gerar à volta de metade do volume de negócios, quase duplicou a constituição de novas empresas na última década.

A liderar o nascimento de empresas está o sector dos Serviços, com 11.052 novas empresas (mais 8,9% do que no mesmo período de 2017).

O distrito de Lisboa é aquele que conta com um maior número de novas empresas (11.769), seguindo-se o Porto (6.062). Setúbal foi a cidade que mais viu crescer o número de empresas criadas (19,5%), logo à frente da capital, com uma subida de 13,9%.

Também os encerramentos de empresas sofreram um aumento de 18,6% quando comparado com o mesmo período de 2017, com os Serviços (2.732) e o Retalho (2.101) a serem o sectores que mais contribuíram para este registo.

Já as insolvências parecem seguir o caminho contrário, ao caírem nos primeiros nove meses do ano, com menos 1.809 processos iniciados (menos 11%).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.