O director executivo (CEO) da Hewlett-Packard Mark Hurd, anunciou que vai voltar a separar a unidade de negócios de impressoras e computadores portáteis da companhia, uma fusão realizada em Janeiro sob a gestão de Carly Fiorina. Esta decisão revoga uma das últimas medidas da sua antecessora e reestabelece claramente o poder da área de computadores pessoais dentro da empresa.

O grupo de sistemas pessoais (Personal Systems Group -PSG) volta a ser responsável pela produção de desktops, notebooks e handhelds ficando sob a liderança do Todd Bradley, ex-director da PalmOne. O executivo tem uma carreira de 25 anos na área de gestão, tendo passado pela Gateway, GE Capital e FedEx.

Em comunicado Mark Hurd sublinha que a gestão separada do grupo de sistemas pessoais e de imagem e impressão (IPG), e recuperação de enfoque nas áreas específicas, permite à empresa apurar a competitividade e melhorar as estruturas de custos internos.

Durante o último trimestre, a unidade de sistemas pessoais e imagem da HP verificou um aumento de receitas de seis mil milhões de dólares para 6,4 mil milhões, representando um aumento do lucro de 44 milhões de dólares para 147 milhões.

No final de Setembro, a HP deve revelar a nova linha de produtos sazonais e de acordo com Roger Kay, analista da IDC, apesar das mudanças de gerência espera-se que as linhas de produtos da companhia permaneçam as mesmas até ao final do ano.

Notícias Relacionadas:

2005-06-04 - HP adiciona mini iPod à linha de produtos de música digital

2005-02-21 - HP alarga portfólio de fotografia digital com novas câmaras e impressoras

2005-02-09 - Carly Fiorina abandona HP em desacordo com Administração da empresa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.