Embora permaneça um mercado de nicho, o sector dos jogos móveis irá
continuar a crescer como um elemento chave para os níveis de utilização e
receitas de dados wireless, revela a In-Stat.



Com base nos dados reunidos num estudo denominado Consumer Mobility, a
consultora estima que em 2009 os serviços de jogos móveis nos Estados
UNidos contabilizem 1,8 mil milhões de dólares anuais, ou aproximadamente 4,4 por
cento de todas as receitas de dados wireless. Além disso, em cinco
anos existirão 78,6 milhões de subscritores de redes móveis rendidos aos
jogos móveis, e o download de jogos irá aumentar bastante face aos
níveis registados em 2003.



Actualmente 6,5 por cento dos utilizadores norte-americanos de redes móveis
estão "extremamente" ou "muito interessados" em adquirirem serviços de
mobile gaming, um nível de motivação que identifica claramente os
jogos móveis como uma oportunidade de nicho para as operadoras, fornecedores
de aplicações e de conteúdos, sugere a consultora.



Ao contrário de outros serviços móveis multimédia, como o vídeo e a música,
os consumidores que mostram interesse pelo sector móvel dos jogos não
correspondem exactamente ao clássico perfil do early adopteres, indica
igualmente o estudo. Os adeptos dos jogos móveis são provavelmente
subscritores de dados wireless que possuem telefones com ecrãs a
cores, com câmara integrada, e capacidades multimédia. Em média são jovens e
com maior probabilidade de serem do sexo masculino.



Os dados de outra análise recente da In-Stat revelam que existe um número
substancial de consumidores que actualmente estão a subscrever vários
serviços de lazer e entretenimento oferecidos pelos suas operadoras de
telecomunicações. Trinta e um por cento dos inquiridos pela consultora
indicaram que adquiriram mais do que um serviço de um único fornecedor.



A In-Stat conclui assim que há por isso um mercado potencial para o
bundle de serviços nestas áreas, que se apresenta como uma
oportunidade florescente para os fornecedores capitalizarem a tendência,
introduzindo uma maior oferta.



Entre os inquiridos, aproximadamente todos subscreviam telefonia local e
serviços utilitários e metade indicava contratar um serviço de Internet.
Para 20 por cento o pacote de chamadas locais e de longa distância era o
serviço em bundle mais requerido, seguido das chamadas locais e
Internet.



Notícias Relacionadas:

2004-04-30 - Utilizadores estão dispostos a gastar mais com conteúdos
móveis


2003-12-01 - Capacidade dos operadores móveis fornecerem serviços de dados
posta em causa

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.