Esgotando os últimos cartuchos para assegurar a sua sobrevivência, a KPNQwest, proprietária da maior rede europeia de fibra óptica, anunciou que pretende vender diversos recursos não estratégicos para evitar o colapso financeiro e consequente fecho de actividade.

A operadora holandesa, que suspendeu pagamentos há já alguns dias, mantém-se em negociações com diversas companhias para vender diversos activos considerados não estratégicos e conseguir liquidez suficiente para permanecer no mercado pelo menos durante mais algum tempo.

Os bancos credores do Grupo holandês recusaram-se a fazer novos investimentos provocando sérias dificuldades em dezenas de empresas clientes que utilizam a sua rede de fibra óptica para transmitir dados e serviços de Internet.

Assim, e porque o futuro ainda é incerto, a KPNQwest recomendou ontem aos seus clientes, entre os quais estão companhias como a Dell Computer e a Time Warner AOL, que comecem a procurar fornecedores alternativos de acesso à rede da fibra óptica.

Entretanto, de acordo com informações veiculadas pelo serviço informativo Expansión Directo, surgiram alguns rumores a noticiar o interesse das companhias norte-americanas AT&T e Verizon, entre outras, na compra da KPNQwest mas até ao momento não foram anunciadas quaisquer ofertas.

Notícias Relacionadas:

2002-05-06 - KPNQwest pode estar em risco de falir


2002-03-27 - Comissão Europeia investiga possível abuso de posição do operador incumbente holandês KPN

2002-01-11 - Transacção de acções dissolve joint venture KPNQwest

2001-07-26 - Qwest presta acesso à Internet à AOL Time Warner

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.