Os serviços de banda larga através das linhas eléctricas (BPL), são cada vez mais uma alternativa à altura das tradicionais ligações coaxiais e de par de cobre, revela um estudo da In-Stat.



A consultora norte-americana afirma que este é um mercado em expansão e que continuará a crescer estimando-se que as vendas de produtos neste sector aumentem 200 por cento este ano, face aos 2 milhões de unidades vendidas no ano passado em todo o mundo.



Joyce Putscher, analista da In-Stat, citada em comunicado, refere que o BPL oferece mais vantagens do que o cabo e o par de cobre, uma vez que estas duas ligações são limitadas.



Quando comparados com os Estados Unidos, os países europeus e asiáticos, entre outros, destacam-se por registar uma taxa menor de implementação de televisão por cabo em casa, um factor determinante na implementação do BPL, uma vez que a rede eléctrica está disponível na maioria dos lares de todo o mundo, incluindo nos países emergentes, tornando possível o acesso à banda larga na casa daqueles que não têm nem telefone nem cabo, referiu a analista da In-Stat.

Notícias Relacionadas:

2006-08-29 - Banda larga angaria 58 mil novos utilizadores entre Abril e Junho

2005-12-22- Banda larga chega a 100% das escolas em Janeiro de 2006

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.