Um relatório divulgado pela Telecoms & Media prevê que o mercado global de banda larga venha a registar um forte crescimento nos próximos anos. Este ano, o número total de assinantes deverá situar-se nos 190 milhões, mas daqui a cinco anos deverão já existir 440 milhões de subscritores.

Os acessos via DSL serão largamente superiores ao número de acessos via cabo, representando 77 por cento das subscrições ou 332 milhões de utilizadores. Por oposição, na mesma altura o cabo não deverá ter mais de 76 milhões de utilizadores.

Daqui a cinco anos os países que irão apresentar uma maior taxa de penetração serão o Japão, Coreia do Sul, Suécia e Finlândia, já os maiores crescimentos - em número de utilizadores - são esperados na China e Índia. Em contrapartida, o número de acessos na Europa Ocidental, América do Norte e Ásia tende a abrandar.

Tendo em conta a sua dimensão populacional, daqui a três anos, a China terá mais assinantes que os Estados Unidos e em 2010 o país representará um quarto de todas as subscrições existentes no mundo.

De acordo com o mesmo estudo, em 2010 dez por cento dos assinantes deverão ainda ser servidos por tecnologias de fibra directa, mas a própria evolução do mercado pode vir a sofrer alterações com o advento do WiMAX e restantes tecnologias wireless.

A principal fonte de receitas para os operadores será cada vez mais a troca de acessos por outros serviços de banda larga, como a televisão sobre redes DSL.

Notícias Relacionadas:
2005-08-01 - Ligar Portugal quer triplicar o número de famílias com acesso à banda larga

2005-07-20 - José Sócrates discute Plano Nacional para a banda larga com principais operadores

2005-07-12 - ADSL ultrapassa cabo em número de clientes no primeiro trimestre do ano

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.