A Microsoft anunciou ontem que vai acelerar a disponibilização global do seu pacote de software CRM, suportado pela Microsoft Business Solutions que resultou da aquisição em 2002 da Navision e anteriormente da Great Plains Software. A empresa tenciona disponibilizar até ao fim do ano o suporte a mais 9 línguas e ainda alterar o esquema de distribuição do Microsoft CRM, alargando-o à sua rede de revenda global.



As versões localizadas vão abranger o francês, alemão, italiano, holandês e português do Brasil, para além do inglês. A localização para português europeu não faz parte ainda do pacote inicial, mas Paulo Leal, director da Microsoft Business Solutions em Portugal confirmou ao TeK que está a ser avaliada a possibilidade de disponibilizar também a versão de Português Europeu.



De forma a tornar a disponibilização das versões localizadas mais rápida, a Microsoft não incluiu ainda no novo CRM as funcionalidades respeitantes ao IVA e sistema de multi-moeda. A empresa afirma que se estas funcionalidades são fundamentais os clientes podem optar por adquirir as soluções Navision ou Axapta e depois migrar para o Microsoft CRM quando estas funções estiverem disponíveis.



A versão 1.2 do Microsoft CRM, release internacional, inclui também relatórios melhorados com a melhor integração do Crystal Enterprise versão 9, e ainda funcionalidades de instalação melhoradas, assim como a compatibilidade com o Microsoft Windows Server, Exchange Server, Small Business Server e o Microsoft Office, onde se conta uma integração com o cliente de Outlook mais facilitada. O objectivo da empresa é melhorar a eficiência global do produto que foi desenhado especificamente para oferecer às PMEs as mesmas funcionalidades de que as grandes empresas já usufruíam com pacotes mais caros.



Em comunicado, a Microsoft afirma que a procura global do pacote de CRM tem sido enorme. A empresa pretende agora alargar os canais de distribuição que até agora estavam limitados. O Microsoft CRM estará gora disponível na rede global da empresa e também através de programas de licenciamento de volume, como o Open e o novo Open Value.



Em Portugal, Paulo Leal considera que esta estratégia faz todo o sentido, já que os clientes pretendem adquirir as licenças de Microsoft CRM aos seus parceiros habituais e integrados nos programas de licenciamento dos restantes produtos Microsoft. No entanto, "por forma a garantir a qualidade dos serviços de implementação desta solução, existem programas específicos de formação e de certificação para parceiros que pretendam disponibilizar serviços de implementação do Microsoft CRM", salientou.



Este responsável da unidade de negócio, que transitou da Navision Portugal para a Microsoft aquando da aquisição da empresa, afirma que "neste momento a Microsoft Business Solutions em Portugal disponibiliza a versão CRM do Navision, que continua a ser a solução mais adequada para empresas que pretendam uma solução integrada sobre uma mesma plataforma e sobre uma mesma base de dados. No futuro, iremos complementar esta oferta com o Microsoft CRM, para empresas que utilizem outras soluções de back-office e que pretendam uma solução CRM totalmente integrada com as ferramentas de produtividade da Microsoft".

Notícias Relacionadas:

2002-10-30 - Soluções Navision integram principal aposta da Microsoft Business Solutions em Portugal

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.