A Microsoft informou ter já dado conhecimento aos tribunais da sua desistência relativamente aos dois processos de recurso que mantinha em tribunal contra a decisão da Comissão Europeia no caso de antitrust. Com a acção a empresa desiste de tentar ver anulada a decisão da Comissão Europeia, que lhe aplicou uma segunda multa por incumprimento das decisões de 2004. Desiste também do recurso relativamente à decisão de melhorar o acesso ao seu software para fabricantes de produtos open surce.



Em comunicado a empresa explica que nesta altura considera mais importante "focar todas as suas energias no cumprimento das suas obrigações legais e no criação de uma relação construtiva com a Comissão Europeia", citam agências internacionais.



Recorde-se que já na segunda-feira a Comissão Europeia tinha anunciado três medidas de compromisso da Microsoft para facilitar o acesso aos seus produtos garantindo, por um lado, uma melhor integração de produtos de terceiros no Windows e por outro preços mais acessíveis para o licenciamento.



As informações agora reveladas pela empresa de Bill Gates mostram que para além disso a fabricante vai também desistir de tentar ver anulada a multa de 280,5 milhões de euros que a CE lhe aplicou por falta de cumprimento das medidas impostas em 2004, paga ainda em 2006.



Notícias Relacionadas:

2007-10-22 - Microsoft define medidas para fazer cumprir decisões da Comissão Europeia

2007-09-17 - Tribunal confirma multa da CE à Microsoft por abuso de posição dominante

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.