As duas empresas terão vindo a negociar os termos do acordo nas últimas semanas. The Wall Street Journal e New York Times, que estão a avançar a notícia, divergem na informação sobre o ponto de partida do negócio.



Uma das versões indica que foi a Microsoft a procurar o fundador da Mojang, Markus Persson, a outra assegura que foi este responsável a contactar a Microsoft e a propor o negócio, já que pretende avançar para novos projetos.



Ambos os meios indicam, no entanto, que Markus Persson não ficará mais de meio ano na Microsoft após a concretização do negócio, uma informação que a confirmar-se deve preocupar os fãs do jogo.



Para vender a empresa, que só em junho terá conseguido vender 54 milhões de cópias do jogo Minecraft, o fundador receberá qualquer coisa como 2 mil milhões de dólares.

Escrito ao abrigo do novo Acordo
Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.