A Motorola está a processar a Microsoft pela violação de 16 patentes relativas a tecnologias usadas na Xbox, servidores Windows, computadores e telemóveis. As acções em tribunal surgem "em resposta" ao processo intentado esta semana pela gigante do software.

Como o TeK noticiou, a Microsoft intentou um processo num tribunal de Washington, acusando a Motorola de cobrar valores excessivos pelos direitos sobre patentes de tecnologias que a empresa de Redmond usa na sua consola de entretenimento doméstico.

Ontem a Motorola anunciou ter dado entrada a dois processos, em tribunais da Florida e do Wisconsin, exigindo que a Microsoft pare de usar as tecnologias patenteadas ou pague os direitos que lhe deve pela utilização das mesmas.

Em causa estão tecnologias relacionadas com os sistemas operativos da Microsoft para computadores pessoais e servidores, a compressão de vídeo ou programas como o Exchange, Messenger, Outlook e Live Messenger, por exemplo. No que respeita ao software para plataformas móveis, estarão a ser usadas patentes da Motorola em serviços como o Windows Marketplace ou os mapas do Bing, alega a fabricante de smartphones.

Um dos responsáveis pela área de propriedade intelectual da Microsoft, Horacio Gutierrez, afirmou que a empresa estava a analisar a queixa da Motorola, referindo-se a esta como uma movimentação "típica" da outra parte perante o processo intentado no início da semana. O porta-voz acrescentou ainda que a empresa está "confiante" da sua posição e pretende dar continuidade às acções movidas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.