Ainda na última sexta-feira o iLike tinha estreado um novo serviço de download de música e deixado de ser apenas um local para encontrar novas músicas, comentá-las e partilhá-las com os amigos - ou comprá-las a partir do iTunes - para se tornar também numa plataforma de venda de música, com uma oferta que espelhava acordos com as principais editoras discográficas.

Ainda na semana passada a novidade foi anunciada, e já existe outra novidade confirmada em relação ao serviço. Depois de alguns dias de rumores, o MySpace confirma-o. O iLike passa a ser seu. O valor do negócio não foi anunciado - alguns sites avançam um valor de 20 milhões de dólares, mas não foi confirmado.

A aplicação desenvolvida pelos criadores do iLike estava disponível em várias redes sociais e de acordo com os compradores vai continuar a estar, pela parte que lhes toca. Um dos locais onde o iLike é bastante utilizado é no Facebook, que acabou por servir de trampolim para a fama. Resta saber se, na posição de principal concorrente do MySpace, o serviço quer continuar a oferecer o iLike.

Van Natta, CEO do MySpace, explica ainda que entre os planos da rede social para o serviço está a sua extensão a novas áreas. O objectivo é que passe a incorporar outras formas de entretenimento, como jogos ou filmes. A compra foi feita numa lógica de diversificação da oferta da rede social e enriquecimento da experiência do utilizador, acrescentou também, citado por vários meios.

O iLike conta actualmente com 55 milhões de utilizadores registados.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.