Na sua primeira década de permanência em bolsa, as ações da Google valorizaram em média 30% ao ano, de acordo com dados de uma análise da Standard & Poor's, citada pelo USA Today.



Desde que o capital foi disperso em bolsa, no dia 19 de agosto de 2004, as ações da líder mundial das pesquisas online valorizaram 1.293%, consolidando valor e validando um modelo de negócio que é complexo, mas que tem dado frutos e permitido à empresa manter a lógica dos serviços gratuitos.



Em troca das borlas, a Google é uma das empresas que compila maiores volumes de informação sobre quem navega na Internet. É também uma das empresas mais hábeis do globo a tirar partido desses dados para potenciar o negócio da publicidade online, de onde vem a grande parte da sua receita.



Na última década ganharam destaque novas apostas na estratégia da empresa, como a plataforma Android, que se transformou na líder mundial dos sistemas operativos móveis.



Pelo caminho a empresa manteve um ritmo acelerado de aquisições em várias áreas, que foram abrindo à empresa novos negócios, como é exemplo a compra da Nest já este ano por 3,2 mil milhões de dólares.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.