Esta rede é acusada de no passado mês de fevereiro ter atuado de forma simultânea em 23 países, roubando em poucas horas cerca de 40 milhões de dólares em 34 mil levantamentos.

Os seis cidadãos romenos e dois marroquinos agora identificados pela polícia espanhola atuavam a mando de apenas uma pessoa, detida no passado mês de novembro na Alemanha.

O "cabecilha" atacava as bases de dados das instituições financeiras conseguindo informação altamente sensível que permitia à organização atingir os seus propósitos.

Na operação realizada nos arredores de Madrid foram apreendidos aproximadamente 25 mil euros em dinheiro, gravadores de cartões de crédito, cerca de 1.000 cartões de crédito, material informático, joias, etc.

As detenções, que contaram com o apoio da Agência de Segurança norte americana, supõem a desarticulação da maior parte da célula espanhola, que neste momento começava a reorganizar-se para voltar a atacar.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.