Em busca de novas oportunidades de mercado, algumas das principais operadoras de telecomunicações estabeleceram uma aliança para a promoção da convergência entre serviços de telefonia fixa e móvel, denominada Fixed-to-Mobile Convergence Alliance, noticia hoje o Financial Times.



Com a nova iniciativa, a NTT DoCoMo, BT e Cegetel, entre outras, pretendem influenciar o desenvolvimento de novas tecnologias convencendo os fornecedores a assegurarem a compatibilidade das suas redes. Os operadores de telecomunicações que integram a iniciativa acreditam que falando como um todo poderão acelerar a introdução de novos dispositivos e melhor encaminhar a evolução dos serviços e tecnologias convergentes, refere o artigo.



Discutida há muito, a convergência está prestes a tornar-se numa realidade técnica e é vista como benéfica para ambos os sectores, podendo ajudar os operadores fixos a combater a migração dos seus clientes para as redes móveis ao mesmo tempo que dá aos operadores móveis novos dispositivos que poderão incentivar ao crescimento de mercados cada vez mais saturados.



Além dos nomes mencionados, a aliança inclui igualmente como membros a Swisscom, Korea Telecom, Brasil Telecom e a Telstra, assim como a inglesa Eurotel e a operadora de cabo canadiana Rogers. Segundo o adiantado pelo artigo do Financial Times, a Vodafone recusou o convite para integrar tal aliança, enquanto a Orange diz não ter sido abordada.



Notícias Relacionadas:

2004-05-17 - Operadores móveis poderão atingir 50 por cento do tráfego de voz em 2009

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.