A Oracle, a segunda maior produtora de software do mundo, lançou hoje uma proposta hostil de aquisição da rival PeopleSoft no valor de 5,1 mil milhões de dólares, um
anúncio que poderá consolidar ainda mais a indústria. A companhia de Larry Ellison pretende oferecer 16 dólares em dinheiro por cada acção da
PeopleSoft, o que representa um acréscimo de 5,9 por cento em relação ao
preço de fecho de 15,11 dólares na sessão de ontem da bolsa de Nova Iorque.

Esta proposta surge apenas quatro dias após a PeopleSoft e a sua concorrente de menores dimensões J.D. Edwards terem revelado um acordo de fusão no valor de 1,5 mil milhões de dólares. Larry Ellison, presidente e director executivo da Oracle, afirmou: "consideramos que esta é a altura indicada para apresentar aos accionistas da PeopleSoft um plano alternativo ao que a direcção da empresa propôs."

Ellison acrescentou que há mais de um ano atrás tinha sido abordado por Graig Conway, presidente e director executivo da PeopleSoft, para discutir a possibilidade de uma fusão que iria combinar as suas operações de software de aplicações. "Nessa altura, não conseguimos concordar com a estrutura organizacional e o preço", esclareceu.

A Oracle afirmou que quando a sua aquisição da PeopleSoft estiver completa, o que poderá ocorrer já no início de Julho, irá analisar "quando e em que termos" apoiará a transacção com a J.D. Edwards. Esta onda recente de consolidação surge numa altura de grave recessão do mercado para as grandes suites de software que as companhias utilizam para administrar funções de
negócio como vendas, contabilidade, cadeia de fornecimento e recursos
humanos.

No âmbito da proposta, os programadores da PeopleSoft serão integrados nas equipas da Oracle, mas esta última não irá integrar os produtos de ambas, de forma a não acarretar com custos de integração de negócios. A Oracle disse ainda que a aquisição irá aumentar os seus lucros por acção a partir do primeiro trimestre em conjunto.

A produtora de software não tenciona comercializar a suite empresarial da PeopleSoft a novos clientes, embora pretenda continuar a disponibilizar suporte a clientes de todos os produtos actuais da companhia. Se aprovada, esta aquisição irá permitir incorporar algumas das funcionalidades avançadas dos produtos da PeopleSoft em futuras versões da própria suite empresarial da Oracle.

Notícias Relacionadas:
2002-01-20 - Oracle
avança para a compra da empresa de supervisão de produtos Netforce

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.