A Associação que reúne as empresas com atividades na área do outsourcing elegeu uma nova direção e definiu novo plano de ação para 2013. José Carlos Gonçalves, da CGI, apoiado por Vítor Prisca e António Vasconcelos na vice-presidência, respetivamente representantes da Novabase e da Everis, passa a dirigir a Portugal Outsourcing.



A nova direção definiu como prioridade para o plano de ação de 2013 "a promoção das boas práticas processuais da atividade de outsourcing em Portugal", explica uma nota de imprensa, onde também se sublinha que esta é encarada como uma via para criar condições para aumento das exportações de serviços de outsourcing.



Na agenda da nova direção estão também medidas que promovam a convergência de esforços entre entidades ligadas ao setor das TIC e a aproximação aos interlocutores da Administração Público, com intuito de sensibilizar para o potencial de racionalização de recursos e redução de custos que o outsourcing pode aportar aos serviços do Estado.



A Portugal Outsourcing tem assumido como missão a tarefa de promover Portugal enquanto destino internacional para a fixação de serviços de outsourcing. A associação realiza todos os anos um estudo, onde atualiza um conjunto de indicadores relevantes sobre o país e as condições que tem para oferecer a quem investe em Portugal, numa lógica de comparação com outros mercados importantes na prestação de serviços de outsourcing.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.