A IfThenPay mostra-se “contente” com os resultados atingidos até agora e definiu objetivos de crescimento específicos para 2019. Além disso, está a analisar, sem descartar hipóteses, a viabilização do processo de internacionalização, desde parcerias à incorporação de capital, mas primeiro é necessário “ter na mão” o método de pagamento que pretende lançar.

A fintech portuguesa que tem nas referências Multibanco a maior parte do seu negócio afirmou, num encontro com os jornalistas, em Lisboa, que está a desenvolver um método de pagamento próprio “inovador”. “Não podemos revelar pormenores, mas acreditamos que poderá vir a ter um crescimento orgânico e vai ser benéfico tanto para os comerciantes como para os compradores”, referiu Filipe Moura, sócio-gerente e cofundador.

Fintech portuguesa está perto de chegar a valor recorde de 1.000 milhões de euros  
Fintech portuguesa está perto de chegar a valor recorde de 1.000 milhões de euros  
Ver artigo

O processo estará ainda em fase de licenciamento, “e como sabem estas coisas não são fáceis de proteger do ponto de vista do direito de autor”, por isso ainda poderá demorar a ser lançado. “Não temos previsões, depende de como correr”, acrescentou Jorge Meneses, diretor de marketing.

É com base neste método que a empresa portuguesa pensa internacionalizar-se. O objetivo é chegar aos países da área SEPA, pelo menos numa primeira fase. "Não quisémos internacionalizar por internacionalizar, por isso não avançámos estes anos. Neste momento já sabemos exatamente o que queremos".

Até que o novo meio de pagamento esteja disponível, a IfThenPay tem outras metas a cumprir ao longo deste ano. A fintech encerrou o exercício de 2018 com um volume de negócios de 1,78 milhões de euros, num aumento de 25%. O lucro foi superior a 100 mil euros.

Os crescimentos também se fizeram sentir no número de entidades aderentes (18%), para 13.286 e no volume de pagamentos (38%), que se situou nos 431,3 milhões de euros. O valor acumulado desde 2005 está agora nos 1.380 milhões de euros.

Para 2019 a empresa prevê manter o ritmo de crescimento acelerado e inovação, nomeadamente “movimentar mais de 530 milhões de euros de pagamentos, aumentar o numero de entidades aderentes para as 15 mil”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.