Quatro universidades e um instituto superior na área de engenharia assinaram ontem com a Qimonda um protocolo de cooperação que envolve estágios curriculares e profissionais mas também o desenvolvimento de projectos de inovação. A multinacional alemã de semicondutores, que mantém uma fábrica em Vila do Conde, formaliza assim uma aproximação ao mundo académico que já estava a desenvolver.

As instituições que agora assinaram o protocolo com a ex-Infineon são a Universidade de Aveiro, a Universidade do Minho, a Universidades Nova de Lisboa e a Universidade do Porto, assim como o Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP).

O objectivo traçado é de fomentar o conhecimento técnico
especializado na produção de memórias DRAM, sector em que a Qimonda Portugal
actua e que exige tecnologia de alta precisão e elevados investimentos, diz a empresa em comunicado.

Armando Tavares, presidente da Qimonda Portugal defende que “num mercado altamente competitivo como o nosso, o sucesso passa inevitavelmente pelo investimento no conhecimento e nomeadamente na formação
dos jovens licenciados”. Para isso é necessário dar aos estudantes acesso à realidade das empresas ainda durante o período académico, “numa partilha de ideias, experiências e métodos decisiva para uma cultura global de responsabilidade e um conhecimento técnico especializado”, acrescenta.

A Qimonda Portugal já mantém ligação a diversas instituições de Ensino Superior e acolhe anualmente várias centenas de alunos universitários em estágios e visitas de
estudo. A ligação às universidades estende-se à disciplina de Teste de Sistemas Electrónicos, integrada no quinto ano do Mestrado Integrado de Engenharia Electrotécnica e de Computadores da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e ministrada conjuntamente com engenheiros da Qimonda Portugal.

Notícias Relacionadas:

2007-10-03 - Sony e Qimonda juntas na produção de chips

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.