O director geral da Siemens, Klaus Kleinfeld, pode vir a introduzir alterações nas três divisões da empresa que actualmente atravessam sérios problemas após as eleições legislativas datadas para 18 de Setembro, informa o semanário alemão Der Spiegel, citado pela Reuters. No total, os comités e os sindicatos da empresa temem que sejam eliminados dez mil postos de trabalho, dos quais três mil pertencem à divisão de comunicação.

As principais divisões que podem vir a sofrer alterações são a área de comunicação, a divisão de serviços de processamento de dados (SBS) e a unidade de sistemas logísticos de manutenção, de acordo com participantes numa reunião extraordinária do comité económico da Siemens. Estes representantes disseram que lhes foi solicitado silêncio de maneira a evitar influências, sublinha o Der Spiegel.

No dia seguinte à publicação do Der Spiegel, o director geral da Siemens deu uma entrevista ao Frankfurter Allgemeine Zeitung contrariando tais afirmações. Klaus Kleinfeld afirmou que não tem quaisquer intenções de reduzir a proporção do pessoal empregado na Alemanha.

Uma porta-voz da Siemens também veio a público anunciar que estas afirmações sobre as reduções de trabalho foram exageradas e que se as decisões concretas se tornarem públicas depois do escrutínio eleitoral trata-se de uma questão de "pura possibilidade".

Notícias Relacionadas:

2005-07-16 - Siemens e Airbus desenvolvem projecto para permitir comunicações móveis a bordo

2005-06-07 - Siemens vende divisão de telemóveis à asiática BenQ

2005-04-27 - Siemens procura parceiro para joint-venture na área móvel

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.