A Sigma Systems, empresa canadiana de soluções de administração de serviços para operadoras por cabo anunciou hoje a sua entrada em Portugal numa conferência de imprensa realizada num hotel de Lisboa, depois de ontem alguns dos responsáveis da companhia no continente europeu terem estado em Madrid para realizar a mesma tarefa.



Esta companhia especializada na disponibilização de serviços integrados do tipo triplex ou triple pay services de vídeo, voz e dados foi criada em Toronto no ano de 1990 e conta com accionistas como a Cisco Systems e o banco de investimentos Morgan Stanley.



Até muito recentemente, a actividade da Sygma Systems estava concentrada na América do Norte, mas desde Janeiro deste ano tem adoptado uma estratégia de expansão para os mercados europeus. Nos últimos sete meses, para além dos escritórios em Madrid e Portugal, abriu cinco outros em Amesterdão, Bruxelas, Frankfurt, Paris e Roma, situando-se a sede da subsidiária europeia em Londres. Actualmente, a empresa está também em processo de se implementar no Japão.



A base actual de subscritores dos seus clientes é de 35 milhões. Entre as operadoras com que trabalha, destacam-se na América do Norte a Comcast, a Cox, a AT&T Broadband e a canadiana Cogeco. Na Europa, a Sigma já tinha assinado há dois anos - mesmo antes de abrir delegações em território europeu contrato com a @Home Benelux, que exerce actividade na Bélgica e na Holanda.



Em Portugal, a empresa está a ser lançada em parceria com a Cap Gemini Ernst & Young, que desempenha a função de integradora de sistemas da Sigma. Segundo Isabelle Bussell, directora regional para o Sul da Europa da companhia, em Portugal e na Espanha a taxa de penetração do cabo tem sido relativamente pequena, mas essa alteração tem vindo a registar-se com o recente crescimento do número de subscritores de serviços de TV por cabo.



Na sua opinião, a procura não irá diminuir tão cedo, faltando contudo os sistemas de tecnologias de informação necessários para dar resposta a essa procura. Por outro lado, na Península Ibérica, os serviços triplex já são uma realidade - como, por exemplo, no caso da portuguesa CaboVisão -, pelo que existe muito espaço para o crescimento deste tipo de oferta.



Contudo, a Sigma pretende tirar proveito da actual necessidade dos operadores de enfrentar a crescente complexidade em gerir a oferta e as interacções com os clientes para oferecer as suas soluções de automatização de fornecimento de serviços avançados como voicemail, tarifários para amigos e clientes e endereços de email personalizados.



Bussell acredita que os serviços triple pay são a killer application para o cabo, dado que a outra tecnologia alternativa de banda larga, a DSL, apenas permite enviar voz e dados, mas não vídeo, referiram os responsáveis da empresa.



Mas para ir de encontro à necessidade de automatização dos diversos serviços das operadores por cabo, a Sigma disponibiliza um pacote Service Management Portfolio, que consiste "numa solução de rápida implementação adequada à gestão de serviços de aprovisionamento e diagnóstico dos fornecedores de serviços de banda larga", que inclui Internet de banda larga, televisão digital e interactiva, video on demand e telefone por cabo, indica o comunicado divulgado à imprensa.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.