Tymr, Zercatto, Whale, bewarket, Mezzolab, u-Play, imobilemagic, Skilleo, bInteractive e Nozomi vão ter de recolher o maior número de "gostos" até ao próximo dia 11 de outubro, altura em que têm de constar do grupo das 50 primeiras, em mais de 600, para se habilitarem ao prémio final.

Caberá a um painel de juízes determinarem as cinco startups finalistas e escolherem qual a mais trabalhadora de todas.

A World's Hardest Working Startup vai ter direito a tomar o palco principal do Web Summit, que decorre a 30 e 31, em Dublin, e a reunir com um grupo alargado de investidores, além de outras benesses, destinadas a fazer com que os empreendedores vencedores se sintam como "reis".

Entre as startups portuguesas que concorrem ao título, a Zercatto era aquela que reunia o maior número de "gostos" na altura em que visitámos o site onde decorrem as votações, classificada em 9º, seguida da tyrm, classificada a uma posição do desejado top das 50, ou seja em 51º lugar.

Pesquisando pelo nome das startups é possível aceder a um pequeno resumo sobre o projeto.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Nota de redação: O título original desta notícia foi alterado porque entretanto foram identificadas mais empresas além do grupo inicialmente mencionado. Use a caixa de comentários se conhecer outras startups candidatas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.