O novo TDX vai ficar instalado na aceleradora de empresas do Instituto Pedro Nunes e tem um acordo com a Universidade de Coimbra (UC) para o desenvolvimento de novas soluções conjuntas.

Após o anúncio do fundo de inovação de 10 milhões de dólares, a Talkdesk junta-se a um dos maiores polos de engenharia do país para criar um laboratório onde algumas das próximas novas soluções da empresa serão desenvolvidas. Com arranque marcado para janeiro de 2019, a Talkdesk pretende recrutar para o TDX mais de uma centena de engenheiros de software e especialistas em áreas de conhecimento estratégicas como inteligência artificial, analytics e machine learning.

O objetivo é que as novas instalações sejam também uma oportunidade de potenciar o conhecimento desenvolvido na Universidade de Coimbra, através de projetos de investigação, desenvolvimento e inovação, promoção de programas de investigação em contexto empresarial e organização de atividades de ligação aos alunos e investigadores, entre outros, refere uma nota enviada às redações.

“A inovação é um dos pilares estratégicos da Talkdesk, pois é o que nos permite crescer e liderar o nosso setor. Decidimos, por isso, lançar o TDX em Coimbra, focado nas áreas de inteligência artificial aplicadas à área de contact center”, explica Marco Costa, diretor-geral da Talkdesk para a região EMEA. “Este é um local estratégico para nós, devido à sua universidade e às áreas de conhecimento que lá se desenvolvem, nomeadamente a nível da engenharia de software e matemática”.

O laboratório será instalado no Instituto Pedro Nunes e receberá também as iniciativas da Talkdesk, como o programa Tech Dojo, em setembro, que pretende recrutar recém-graduados para integrar as equipas de desenvolvimento da empresa.

Pode obter mais informação sobre o projeto a partir do endereço www.talkdesk.com/tdx.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.