O valor dos títulos do Twitter subiu 20% esta manhã, depois da estação televisiva norte-americana CNBC ter avançado, citando fontes não identificadas, que várias empresas tecnológicas estavam interessadas em “deitar a mão” à rede social.

Ao que tudo indica, uma proposta de aquisição oficial pode ser apresentada muito em breve, o mais tardar até ao final do ano.

As mesmas fontes sugerem que entre os interessados estão a Google e a Salesforce.com.

Dados do Statista mostram que a base de utilizadores mensais ativos do Twitter tem tido sérias dificuldades em crescer significativamente. Esta é uma das razões pelas quais o serviço procurou atrair a atenção – e o capital – dos colossos tecnológicos.

Entre o primeiro trimestre de 2015 e o segundo trimestre de 2016, a base de utilizadores ativos mensais manteve-se estagnada, rondando os 300 milhões, sem qualquer aumento significativo.

A rede social dos 140 carateres tem procurado conquistar novos utilizadores, sem perder os que já tem. Uma tarefa na qual não tem registado muito sucesso. No final de agosto, por exemplo, a empresa disse que ia começar a pagar 70% do valor das receitas publicitárias aos criadores de vídeos que apresentassem estes conteúdos. Uma estratégia que servirá para afirmar-se como uma plataforma multimédia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.