O mercado de criptomoedas vale mais do que um bilião de dólares pela primeira vez, depois do valor da Bitcoin ter chegado a cerca de 38.000 dólares esta quinta-feira. Batem-se, assim, dois recordes, depois do constante crescimento verificado ao longo do ano.

Já não é novidade nenhuma que o valor do bitcoin tem vindo a crescer de forma significativa nos últimos 12 meses, quase 370%. No entanto, nas últimas semanas assistiu-se a um particular interesse dos investidores.

De acordo com o Business Insider, a razão deve-se à vontade dos investidores em encontrarem um ativo descentralizado alternativo e não vinculado a nenhum banco central, cujas ações podem desvalorizar uma moeda tradicional. Em dezembro, a moeda digital também alcançou uma valorização que nunca tinha atingido. Nessa altura, chegou aos 23 mil dólares.

Cofundador da Apple também se “aventura” no mercado das criptomoedas

No final do ano, o cofundador da Apple, Steve Wozniak, decidiu apostar neste mercado, lançando um novo projeto e uma criptomoeda baseada no seu nome. A Efforce quer ajudar as pequenas empresas nos projetos de eficiência energética e, para isso, criou uma moeda criptográfica, designada por WOZX, que os investidores podem comprar.

Em apenas cinco dias, o valor da criptomoeda do cofundador da Apple registou uma subida de 1.500%. No dia 3 de dezembro, o seu valor na plataforma de exchange sul-coreana situava-se nos 0,10 dólares. Em menos de uma semana, a criptomoeda da Efforce alcançou uma cotação de 1,60 dólares, representando uma subida de 1.500%. Por entre altos e baixos, a cotação da moeda acabou por atingir a 9 de dezembro um valor na ordem dos 2,70 dólares.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.