O acordo prevê a venda de 100% do capital da Ono, que é atualmente controlada por fundos de investimento. Com o negócio, o grupo britânico acrescenta à atividade em Espanha um volume significativo de clientes, números que alteram o posicionamento da empresa em alguns segmentos.

A banda larga é uma das áreas onde o negócio terá um impacto para a operadora, que em Espanha é liderada pelo português António Coimbra. A empresa passará de uma quota de mercado de 7,5% para 21%, graças à incorporação de 1,5 milhões de novos clientes, número de subscritores ativos da Ono no final do ano, como revelam os resultados financeiros divulgados hoje.

No mercado móvel, a incorporação de quase 1,1 milhões de clientes da Ono no universo da Vodafone Espanha alterará a quota de mercado da operadora de 24,8 para 26%, de acordo com o El País. Na televisão paga a Ono fechou o ano com 800 mil clientes.

Nos termos do acordo, adianta a imprensa espanhola, a Vodafone vai também assumir a dívida de 3,4 mil milhões de euros da Ono. Para já as duas empresas chegaram a um entendimento verbal. Nas próximas semanas serão conhecidos os detalhes do negócio, que terá de ser aprovado pelos reguladores.

Recorde-se que a imprensa britânica, nomeadamente o Sunday Times, já tinha avançado com informação sobre negociações entre o operador britânico e os donos da Ono. A informação acabou por se confirmar.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.