Sendo Lisboa uma das capitais europeias e palco da maior cimeira de tecnologia, a pergunta que se faz é: conseguirá a Europa ser um centro tecnológico a par dos Estados Unidos e China? Para responder à pergunta, diferentes empresas ligadas a fundos de financiamento, do top 25 europeu, foram chamadas ao palco principal do Web Summit para prestar o seu testemunho. Entre elas a Accel, a Seedcamp e a Northzone, que têm entre o seu portefólio de investimento empresas como o Spotify, SuperCell e Slack, ou até mesmo o Facebook, há 10 anos…

Questionados se há dinheiro para investir nas startups, a resposta é afirmativa, há cada vez mais disponibilidade para investir em empresas na Europa. “Podem ficar pela Europa”, foi o sentimento coletivo dos intervenientes. Mesmo que haja uma necessidade em desenvolver software, e neste caso o mercado americano é líder, a Accel pode fazer a ponte entre a Europa e os Estados Unidos.

Farfetch e OutSystems são os 2 "unicórnios" portugueses, mas o restrito clube das empresas milionárias está a aumentar
Farfetch e OutSystems são os 2 "unicórnios" portugueses, mas o restrito clube das empresas milionárias está a aumentar
Ver artigo

Uma das funções de um CEO de uma empresa é angariar dinheiro para os seus projetos, e é referido que os governos estão mais abertos ao investimento, já que tendem a “copiar” os casos de sucesso provenientes de outros países.

Olhando para o investimento feito há 10 anos em empresas como o Spotify e Supercell (empresa de videojogos mobile como o Clash Royale), comparado com a atualidade, existe um medo comum das grandes corporações como a Amazon, por adquirem e incorporarem as pequenas startups. Mas há um sentimento das empresas começarem a digitalizar-se, abrindo novas oportunidades de negócio onde antes não existia. Tecnologias como IA e blockchain são disruptivas e na Europa há um grande avanço nesta frente, refere um dos investidores. Atualmente as empresas têm acesso a mais capitais e os custos são menores que antes “tornando-se uma altura ideal para abrir uma empresa”, refere o responsável da Accel.

No geral, despende-se muito tempo e energia a ganhar tração, muitas vezes fazem-se más escolhas e o timing não é o ideal. Os negócios não podem ser feitos a correr, referem os responsáveis das empresas de investimento, destacando que um dos segredos é matutar bem as ideias antes de se atirarem de cabeça.

Há definitivamente muito dinheiro disponível na Europa, mas onde está ele? A resposta de um investidor: “vem rápido, enquanto és uma empresa pequena”. E outra que refere que se deve encontrar alguém que possa ajudar a expandir as ideias da empresa. Outro responsável de investimento refere que tem um formulário para as empresas se apresentarem e darem a conhecer as suas ideias, antes de se deslocarem localmente para o verdadeiro "pitch". O trabalho de networking é muito importante, é referido em concordância e as empresas não devem ter medo de arriscar…

O Web Summit 2018 arrancou esta segunda-feira e vai prolongar-se até à próxima quinta-feira, dia 8 de novembro, com vários palcos a funcionarem, por onde vão passar centenas de oradores. Acompanhe tudo o que se passa com o SAPO TEK.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.