Phil Spencer, responsável máximo pela Xbox, assumiu recentemente que a empresa não está focada em desenvolver produtos de realidade virtual para o seu ecossistema. Spencer diz que a tecnológica está a responder à procura e, por enquanto, não existem indícios claros de que os consumidores estejam a pedir soluções desta natureza.

“Ninguém está a vender milhões e milhões de unidades VR”, disse, em entrevista ao Stevivor, durante o X019 que, este ano, se realizou em Londres.

Nova funcionalidade da Xbox One poderá ajudar utilizadores a encontrarem novos jogos
Nova funcionalidade da Xbox One poderá ajudar utilizadores a encontrarem novos jogos
Ver artigo

“Tenho alguns problemas com o VR”, disse o responsável, que afirma ver no gaming uma experiência “comunitária” que dificilmente casa com o isolamento da realidade virtual.

Spencer acredita que os consumidores que querem jogar em headsets de realidade virtual “sabem onde encontrar” aparelhos que o permitam, uma vez que as vendas são mais altas no segmento dos computadores, onde a tecnologia está bem mais consolidada.

O responsável diz que a Xbox pode chegar lá, mas reforça que, neste momento, a realidade virtual não é o foco. Contudo, o líder da Xbox já tinha admitido, em 2016, que a tecnologia acabaria por chegar às consolas da marca quando estivesse numa fase pós-experimentação.

Dado que a empresa tem lutado por fundir os ecossistemas de PC e Xbox, é possível que a tecnologia chegue às consolas de forma natural. No entanto, ainda não há quaisquer confirmações nesse sentido.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.