A Zynga terá perdido mais três executivos, todos eles vice-presidentes, durante o mês de julho, elevando para quase duas dezenas o número de líderes que já abandonaram a empresa depois de esta ter entrado na bolsa de valores em dezembro de 2011.

A informação é avançada pela agência Bloomberg que cita pessoas próximas aos processos de rescisão que pediram para não ser nomeados. Nathan Etter, um dos VP demissionários, já atualizou a sua página na rede social LinkedIn com um cargo na Disney Interactive, divisão da Walt Disney responsável pelo desenvolvimento de jogos.

A saída da Zynga para empresas rivais - que em alguns casos são criadas pelos executivos que abandonam a empresa - é uma das tendências que tem sido verificada entre os líderes que têm abandonado a marca especializada em jogos online e sociais.

Desde a Oferta Inicial Pública (IPO) da Zynga que as ações da empresa já desvalorizaram 70%. Uma das maiores quedas aconteceu no final da semana passada, no dia 25 de julho, depois de a empresa ter apresentado resultados abaixo das expectativas e de ter cancelado os planos para entrar no mercado de jogo com dinheiro real nos EUA.

A perda de popularidade e utilizadores ativos na rede social Facebook, o grande motor de desenvolvimento da Zynga antes de ter lançado uma plataforma própria, e a perda de interesse pelos jogos mais famosos como Farmville estão na origem das perdas e possivelmente sustentam parte dos argumentos de demissão.

Recentemente o ex-homem forte da divisão Xbox da Microsoft, Don Matrick, e um dos principais obreiros da Xbox One, juntou-se à Zynga para assumir o cargo de diretor executivo. Ainda não é certo se a chegada de Don Matrick está relacionada com o abandono dos últimos três executivos, tanto a nível pessoal como a nível de desentendimento de estratégia empresarial.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.