No final de março os serviços de banda larga fixa de alta velocidade chegavam a 3,4 milhões de subscritores, o correspondente a 80,7% das famílias em Portugal. Os dados divulgados pela Anacom também mostram que, neste período, a penetração dos serviços de banda larga em local fixo cresceu 7,6% e que nove em cada 10 clientes de banda larga fixa já contrataram serviços suportados em redes de fibra ótica.

Por regiões, Lisboa, Açores e Madeira são aquelas onde a penetração da banda larga fixa de alta velocidade é mais elevada, respetivamente 94,7%, 89,7% e 88,5%, sendo também as regiões do país onde a cobertura destas tecnologias é maior. Por oposição, Algarve, Norte, Centro e Alentejo são as regiões onde a penetração dos serviços é mais baixa, mas onde no trimestre em análise cresceu acima da média nacional. Nestas regiões, também o número de casas cabladas cresceu acima da média no período.

Pelas contas da Anacom, no final de março estavam cablados com redes de alto débito 5,9 milhões de alojamentos em Portugal, mais 2,9% que no mesmo trimestre do ano anterior, garantindo uma cobertura de 92,5% do território nacional com estas infraestruturas. A fibra chegava a 5,8 milhões de alojamentos, 90,4% do país, já muito acima do cabo (HFC - Hybrid Fiber Coaxial), que chegava em março a 3,7 milhões de casas, numa cobertura de 57,4% do país.

Os dados, detalhados na infografia abaixo, indicam ainda que 66,2% dos alojamentos e estabelecimentos cablados com banda larga de alto débito foram efetivamente utilizados no período em análise. No que se refere à fibra, essa taxa de utilização efetiva terá sido de 46,5%, com Norte, Lisboa e Açores a liderarem no número de casas habilitadas a receber a tecnologia.

Anacom - banda larga alto débito 1º trimestre 2022
créditos: Anacom

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.