Angola vai ter todas as suas escolas ligadas à Internet. A promessa foi deixada pelo ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação angolano, que assegurou que o programa governamental terá inicio ainda este mês.

José Carvalho da Rocha, que falava no Fórum Angolano das Tecnologias de Informação e Comunicação (ANGOTIC), que terminou ontem, no Centro de Convenções Talatona, adiantou que o primeiro estabelecimento a beneficiar da iniciativa é a escola secundária Ngola Mbandi, no município do Rangel.

Referindo que Angola pode ser considerado um dos países da África Austral com melhores tecnologias de informação e comunicação, o ministro salientou que o Executivo tem vindo a trabalhar na execução das redes e infra-estruturas modernas para suportarem toda a gama de serviços.

Um dia antes, no mesmo evento, o vice-ministro para as Telecomunicações, Aristides Safeca, tinha revelado números relativamente à utilização da Internet no país, onde o acesso móvel é predominante.

Segundo os números avançados, e citados pela imprensa local, são cerca de dois milhões de cidadãos angolanos que acedem actualmente à Rede através da rede móvel, preterindo assim a rede fixa, cujo percentual é irrisório.

O valor representa 20% dos aproximadamente oito milhões de utilizadores das redes móveis.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.