"Estamos muito satisfeitos por o ministro estar aqui hoje para a chamada inaugural da nossa rede 5G, com o presidente da Anacom [que esteve presente por videoconferência], e com os nossos acionistas do Softbank no Japão e o nosso presidente executivo do grupo da Dense Air UK", afirmou Tony Boyle à Lusa e à RTP, na sede em Lisboa.

No encontro, "o ministro confirmou o seu apoio à entrada da Dense Air no mercado e a posição que tinha sido tomada pela Anacom [Autoridade Nacional de Comunicações]", acrescentou o diretor-geral.

A Dense Air Portugal, operadora que fornece serviços de extensão e densificação de redes móveis, tem uma licença da faixa 3,5 Gigahertz (GHz), obtida em 2010, que necessária para o desenvolvimento do 5G, tendo o regulador Anacom proposto a reconfiguração e relocalização desta faixa.

Pedro Nuno Santos, o ministro das Infraestruturas e da Habitação, reforça o momento importante, por ser a primeira chamada internacional em 5G que teve oportunidade de participar. Salienta ainda, por um teste de velocidade que foi feito, o potencial que o 5G pode ter para Portugal e a economia portuguesa. O governante afirmou que a Dense Air é uma empresa que vai operar no mercado grossista, prometendo participar e contribuir, através do seu investimento e estratégia, no desenvolvimento nacional da tecnologia 5G.

O ministro acredita que a tecnologia vai abrir diversas oportunidades em diferentes sectores, apelando à necessidade de as agarrar o mais rápido possível, com todas as empresas interessadas em investir em Portugal, considerando a Dense Air como um delas. No entanto, o ministro não se quis comprometer com datas para leilões para o 5G, que muitos apontavam para outubro, justificando a pandemia da COVID-19 como a causa do adiamento dos prazos estabelecidos anteriormente.

O ministro afirmou que o regulamento do leilão estava a ser fechado, algo que poderia demorar dias ou semanas, não avançando datas para não criar falsas expetativas. Mas afirma que o fecho com a Anacom será em breve. Reforça que se houve algo que se aprendeu com a pandemia foi a necessidade das telecomunicações e o 5G poderão ter a nível da saúde, tornando-se uma urgência e necessidade acelerar a introdução da tecnologia em Portugal.

Para além do teste ao 5G feito pela Dense Air, também as três principais operadoras de telecomunicações em Portugal também já realizaram testes da quinta geração móvel. A Altice Portugal montou um ponto fixo de 5G na Altice Arena, no ano passado, com uma demonstração de uma videochamada que assinalou o início do Web Summit. A Vodafone optou por aquela que foi a "primeira ligação transfronteiriça 5G do mundo em mobilidade", tendo mostrado a tecnologia a funcionar com videojogos, em partidas de eSports. A NOS aproveitou o Portugal Smart Cities Summit para mostrar os desenvolvimentos feitos para a rede 5G, em parceria com a Huawei, usando carrinhos de bombeiros para demonstrar a tecnologia.

Nota de redação: notícia atualizada às 17:30 c0m mais informação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.