Com a alcunha sugestiva de “Simba”, o Facebook pretende construir um cabo de dados no fundo do mar em torno do continente africano, para ajudar a distribuir o sinal pelos locais mais remotos. Os detalhes ainda são escassos, mas o Wall Street Journal refere que este cabo seria interligado aos diferentes acessos das praias nos diversos países, das costas este, oeste e norte para suportar os grupos de telecomunicações como a MTN Group e Vodafone.

O investimento da empresa de Mark Zuckberg poderá ajudar a melhorar o acesso à internet, e claro, conquistar mais utilizadores para a sua rede social. Poderá também incentivar a redução de custos de acesso online. Com cerca de 2,3 mil milhões de utilizadores espalhados pelo mundo, começa a ser difícil fazer crescer esses números, e por isso, ajudar a levar internet a novas regiões do globo pode ser vantajoso para a empresa.

tek facebook africa

No entanto, o projeto está ainda em fase de negociações e segundo a publicação, poderá ir “por água abaixo”.

De recordar que, segundo previsões das Nações Unidas, a África foi a região onde a utilização da internet mais cresceu, em termos relativos em 2018. Em 2005 apenas 2,1% da população total tinham acesso online, tendo crescido para 24,4% em 2018. Numa avaliação mais geral, refere-se que os valores vão passar de 51,3% para 80,9% nos países mais ricos e de 7,7% em 2005 para os 45,3% nos países em desenvolvimento em 2018.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.