O Governo do Reino
Unido
acaba de anunciar que vai abrir parte do espectro radioeléctrico.
Esta desregulamentação visa incentivar as operadoras de telecomunicações a introduzirem novos serviços de banda larga sem fios através de redes
públicas, sem que tenham que obter uma licença no âmbito da lei Wireless
Telegraphy Act
.

Como resultado, as operadores comerciais de redes e outros utilizadores
privados e públicos poderão implementar redes locais rádio (RLANs) para
operarem serviços wireless conformes com a especificação 802.11a em partes da frequência de espectro de 5 GHz, o que representa um menor nível de interferência com outros dispositivos. As alterações deverão entrar em vigor
no dia 12 de Fevereiro.

Se esta alteração das regras for mesmo implementada, poderá levar ao
surgimento de mais hotspots wireless em hóteis, aeroportos, cafés e escolas, permitindo que as pessoas utilizem a Internet recorrendo a ligações de banda larga sem fios. Para Stephen Timms, ministro britânico para o Comércio Electrónico, "a abertura do espectro radioeléctrico irá encorajar as operadoras de telecomunicações a fornecerem novos e inovadores serviços públicos. Irá oferecer a possibilidade de banda larga em movimento, com serviços baseados em espaços públicos".

Actualmente, a British Telecom está a
liderar esta iniciativa, tendo já lançado vários hotspots no Reino
Unido. Esta empresa espera ter quatro mil espaços desse tipo espalhados por
todo o território daquele país até ao Verão de 2005. Os analistas esperam que
os serviços Wi-Fi registem nos próximos anos uma velocidade de crescimento
ultra-rápida, prevendo que as vendas das placas wireless necessárias
para estabelecer a ligação à rede aumentem em todo o mundo de 6,5 milhões em
2001 para 31,2 milhões em 2006.

Notícias Relacionadas:
2001-10-24 - Governo
britânico avalia legalização de redes Ethernet comunitárias sem fios

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.