O grupo DST anunciou um investimento de 20 milhões de euros no mercado de telecomunicações. A empresa pretende criar uma oferta suportada numa rede de nova geração e dirigi-la a operadores de telecomunicações e prestadores de serviços electrónicos de dados.



O Minho é a região escolhida para iniciar operações, tirando partido das parcerias com um conjunto de entidades para o desenvolvimento de redes comunitárias. As parcerias na região do Minho são com as comunidades intermunicipais do Vale do Minho e do Vale do Lima e visam a construção e gestão de redes comunitárias em 11 municípios abrangidos. Estes acordos já deram origem a duas empresas conjuntas e prevê-se que contribuam para a criação de cerca de duas dezenas de postos de trabalho, detalha um comunicado.



A empresa prevê iniciar operações já em 2009 e garante a oferta de serviços integrados de voz, dados e imagem "com tecnologias mais baratas e standardizadas".



No mesmo documento, a DST explica que também pretende criar uma empresa de retalho para explorar as redes "de nova geração porta-a-porta para concorrer com os operadores instalados, mas para sobretudo, dinamizar a rede construída".



Notícias Relacionadas:

2004-03-28 - “À nossa escala, contribuiremos para o objectivo da Estratégia de Lisboa”

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.