O governo britânico está a preparar-se para conceder acesso à Huawei à infraestrutura 5G das empresas de telecomunicações britânicas. A decisão, prevista para o período anterior à época natalícia, poderá colocar o Reino Unido contra os Estados Unidos, os quais fizeram pressão para que os seus aliados o acompanhassem na proibição da fabricante chinesa.

De acordo com a notícia avançada pelo The Times, a Huawei poderá apenas participar nas partes “não-contenciosas” da infraestrutura 5G britânica através do fornecimento de antenas. O acesso da empresa estará então vedado ao equipamento que está no centro das redes móveis de quinta geração. A medida de precaução tem como propósito evitar que a fabricante utilize a sua tecnologia para espiar o país, pois é no “core” onde ocorre todo o processamento de dados.

Em abril deste ano, o governo de Theresa May estava a preparar-se para tomar uma decisão semelhante. Na altura, os membros do parlamento concluíram que não existiam motivos técnicos para que a Huawei fosse excluída da infraestrutura 5G das empresas de telecomunicações britânicas. Contudo a indicação de motivos políticos e éticos poderia dar origem a uma proibição da fabricante chinesa no território.

O governo britânico acredita que uma proibição total da Huawei significaria que o território enfrentaria dificuldades a nível de desenvolvimento da rede 5G, indicando que possui os meios tecnológicos necessários para proteger o país de possíveis situações de espionagem.

Primeira rede 5G já chegou ao Reino Unido
Primeira rede 5G já chegou ao Reino Unido
Ver artigo

A decisão poderá manter o status quo do 5G no Reino Unido, uma vez que nenhuma operadora de telecomunicações britânica manifesta intenções de utilizar tecnologia fabricada pela Huawei no centro das suas redes móveis de quinta geração. No entanto, tal poderá pôr em risco a relação entre os governos de Boris Johnson e de Donald Trump.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.