A EE, maior operadora de telecomunicações móveis do Reino Unido, lançou no dia 30 de maio a rede de alta velocidade 5G em áreas selecionadas de Londres, Edimburgo, Belfast, Cardiff, Birmingham e Manchester. A empresa do grupo BT tornou-se assim na primeira a pôr em funcionamento a rede de quinta geração em território britânico.

A transição da rede 4G para 5G vai implicar atualizações de infraestruturas com custos de milhares de milhões de libras para as empresas de telecomunicações. Como tal, a distribuição de rede 5G pela EE por outras áreas vai ocorrer, progressivamente, até ao final de 2020. A operadora planeia expandir a sua rede 5G a mais 20 cidades no Reino Unido durante esse período de tempo. Nas zonas onde a rede de quinta geração ainda não tiver sido implementada os clientes poderão continuar a conectar-se através do serviço 4G.

Para aceder à nova rede através da EE, os utilizadores terão de adquirir novos smartphones, específicos para o efeito, nomeadamente o Samsung S10 5G, o Oppo Reno 5G, o OnePlus 7 Pro 5G e o LG V50 ThinQ. O tarifário mais baixo da operadora tem o preço de 54 libras por mês, ao qual acresce um pagamento único de 170 libras por um equipamento compatível. No entanto, este pacote apenas inclui 10GB de dados por mês, o que parece um pouco limitado para utilização numa rede com estas características.

No dia 3 de julho será a vez da rival Vodafone lançar o seu serviço de 5G. Além de Londres, Manchester, Birmingham e Cardiff, que poderão assim optar entre as duas operadoras, a nova rede vai estar disponível a partir dessa data nas cidades de Bristol, Glasgow e Liverpool.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.