As operadoras chinesas de comunicações fixas China Telecom e China Netcom, devem obter até ao fim do ano as licenças que lhes permitam construir as suas redes de telefones móveis de terceira geração (3G), noticiou ontem a agência Reuters com base nas informações de uma fonte não identificada.

Segundo essa fonte, que se afirma próxima das duas empresas, o ministério chinês das tecnologias da Informação indicou aos dois operadores de redes fixas que estes devem receber nos próximos três meses as licenças de 3G que lhes permitirão lançar-se no apetecível negócio das redes móveis de nova geração.

Esta informação surge depois de declarações, consideradas contraditórias pela Reuters, da autoridade chinesa que regula as telecomunicações no país e do respectivo ministério governamental acerca das redes 3G. Registe-se ainda que, a confirmar-se, a atribuição das licenças contraria os prognósticos dos especialistas chineses que esperavam que apenas em 2005 estas fossem emitidas.

A China Telecom e a Netcom têm aguardado com expectativa a chegada das referidas licenças, uma vez que a China, com cerca de mil milhões de habitantes, é o país com mais utilizadores de telemóveis do mundo - ainda que apenas 20 por cento da população os utilize.

Notícias Relacionadas:
2001-11-29 - China Telecom dividida em duas empresas

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.