A Mobilcom vai reduzir a sua força de trabalho em 1.850 postos, despedindo um em cada três dos actuais 5.000 trabalhadores, ao mesmo tempo que pretende congelar os seus investimentos na telefonia móvel de terceira geração.



A operadora germânica explicou em comunicado que decidiu suspender a construção da sua rede UMTS na Alemanha, mas conservará a licença para operar na área do UMTS, a qual adquiriu em leilão por um valor de 8,4 milhões de euros (ver Notícias Relacionadas).



Com as acções previstas no plano de reestruturação, a empresa pretende que a sua actividade atinja o lucro durante o primeiro semestre de 2003.



Notícias Relacionadas:

2000-08-18 - Segunda fase do leilão de UMTS na Alemanha já terminou

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.