Os portugueses mudam pouco de operadoras de telecomunicações móveis. Ao todo foram 20,7% os portugueses com 10 ou mais anos de idade que admitiram já ter mudado de rede. A percentagem corresponde a 1,78 milhões dos utilizadores de telemóveis em Portugal.

Dos inquiridos que afirmaram já ter mudado de operador, o grupo de contactos mais próximo foi apontado em 34,6% das respostas como a principal razão para a alteração. O preço das telecomunicações foi o motivo que levou 29,1% dos "infiéis" a optarem por outro fornecedor de serviços móveis.

A maior área de cobertura e a má assistência técnica também foram apontadas como razões para as trocas feitas.

O estudo elaborado pelo Barómetro de Telecomunicações da Marktest descobriu que os homens (22,3%) são mais propensos a mudar de rede móvel do que as mulheres (19,2%). A faixa etária também parece ser um fator de correlação, pois a partir dos 15 anos, conforme a idade vai avançando menor é a tendência para trocar de operador de telecomunicações, como constata o seguinte gráfico:

[caption]Barómetro de Telecomunicações da Marktest Dez 2012[/caption]

As zonas do Grande Porto e da Grande Lisboa são os locais onde mais utilizadores alteraram o fornecedor de serviços.

Em comparação com os resultados de 2011, o número de portugueses que diz ter trocado de operador aumentou cerca de 3%. As razões e as respetivas proporções mantiveram-se quase inalteradas.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.