O Porto Digital concluiu a primeira fase do projecto que vai ligar mais de 50 instituições da cidade a uma mesma rede Ethernet de elevada largura de banda. A iniciativa insere-se num programa europeu designado CityNet, desenvolvido no terreno pela Porto Digital e pela Associação Empresarial de Portugal. O parceiro tecnológico é a Alcatel-Lucent que terminou a implementação da rede base há cerca de um mês.



Até Dezembro deverão ficar prontos os anéis de rede que permitirão levar a banda larga da rede core até às 370 localizações das instituições envolvidas no projecto. Alexandra Sousa, professor da Universidade do Porto e dos responsáveis pelo projecto explica ao TeK que no núcleo central a rede garantirá um débito de 1 Gbit, para na ligação às instituições oferecer entre 10 e 100 Mbps.



Alexandre Sousa sublinha que as instituições ligadas a esta rede vão beneficiar de poupanças significativas ao passarem a poder funcionar como elementos de uma mesma rede interna, vantajoso sobretudo para as universidades com muitas localizações, ou que desenvolvam projectos entre si.



Para já apenas a Universidade do Porto tem condições para beneficiar da nova rede, sem ser em fase de testes, já que a capilaridade da rede só agora começou a ser trabalhada no terreno. Depois de Dezembro, altura em que as restantes 50 instituições garantem o acesso à infra-estrutura, os promotores do projecto vão trabalhar na definição de um modelo que permita à rede suportar também tráfego comercial. Equaciona-se a hipótese de dar acesso em condições igualitárias a operadores de telecomunicações e fornecer serviços para empresas. No que diz respeito à ligação de novas instituições está prevista e terá custos relativamente baixos, já que a rede abrange praticamente toda a cidade.



Em comunicado a Alcatel detalha que a solução implementada no Porto "utiliza serviços Layer 2, como o VPLS (virtual private LAN services), que facilita a instalação da rede, a associação de novos serviços, e que é mais transparente quando se trata de integrar novos utilizadores na estrutura base".



José Vieira, responsável de comunicação da Alcatel, explicou ao TeK que a rede implementada no Porto "permite fazer o transporte de largos volumes de dados" e que se baseia em equipamentos que até há alguns meses atrás só estavam disponíveis para os operadores de rede.



O programa CityNet foi criado pela União Europeia com o objectivo de acelerar a instalação de serviços de banda larga em toda a Europa. Em Portugal é o Porto a primeira cidade a beneficiar da iniciativa no âmbito da parceria público/privado com a AEP.



Nota de Redacção [12-07-2007 12:06]: A notícia foi actualizada com informação fornecida por um dos responsáveis do projecto.



Notícias Relacionadas:

2001-10-29 - Programa Cidades e Regiões Digitais arranca hoje

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.