As condições meteorológicas determinaram o atraso do lançamento, face à data inicialmente prevista pelos responsáveis do programa, que fixaram como data de lançamento dos dois satélites o dia 21 de agosto.



Os satélites dão o pontapé de saída numa nova série de lançamentos, que operacionaliza o programa europeu de navegação, um projeto que ao longo dos últimos anos tem sofrido vários atrasos mas que está finalmente a ganhar forma e que até final da década deve estar a funcionar em pleno.



O sistema Galileo pretende afirmar-se como uma alternativa ao GPS norte-americano, reforçando a cobertura satélite na região europeia e a informação que daí pode ser extraída para os mais diversos negócios e serviços.



Os satélites Doresa e Milena, os nomes foram escolhidos no âmbito de um concurso promovido pela ESA, vão juntar-se a outros quatro, lançados desde 2011. Serão lançados às 13.27 hora de Lisboa, num evento que pode ser acompanhado em direto a partir daqui.

Nota de redação: Os dois satélites acabaram por não dar o contributo previsto para o programa Galileo. Devido a um erro foram enviados para a órbita errada.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.