O conceito de televisão personalizada está prestes a chegar a Portugal pela mão da PT Inovação e do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores (INESC). O projecto consiste na criação de canais "à medida", com a programação desejada pelo consumidor e sem publicidade, escreve o Diário Económico.



Desenvolvido nos últimos dez meses, o projecto tem como base um sistema virtual de personalização de conteúdos, o nPVR, que funciona como um "gravador" inteligente de TV digital. A tecnologia consiste num serviço distribuído por ligação ADSL, que, obedecendo aos critérios de selecção dos utilizadores, permite criar uma grelha de difusão de conteúdos compatíveis com as preferências de cada um.



O desenvolvimento da tecnologia já está concluído e, de acordo com a mesma fonte, envolveu um investimento de várias dezenas de milhares de euros. A apresentação do sistema está marcada para o próximo dia 1 de Março embora a implementação final da tecnologia só deva acontecer num prazo de três a cinco anos.



Por enquanto terão de ser tomadas algumas medidas no sentido de averiguar a viabilidade comercial do projecto e de estabelecer acordos entre os fornecedores de conteúdos, anunciantes e operadores de televisão.



Sílvio Macedo, coordenador da unidade do INESC Porto responsável pelo nPVR, citado pelo Diário Económico, acredita que a criação de um perfil de interesse dos consumidores será determinante para os operadores perceberem que tipo de conteúdos devem adquirir e oferecer.

Notícias Relacionadas:

2006-09-20 - Parceria entre Current TV e Yahoo aposta em serviços de vídeo

2000-07-07 - A morte anunciada da televisão convencional

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.