Mantendo a estratégia de valorização da rede fixa iniciada em 2004, a PT Comunicações inicia hoje a prestação de um novo plano de preços, o PT Noites, que a par do popular PT Fim de Semana, oferecerá tráfego ilimitado em determinado período, mediante o pagamento de um valor mensal fixo.



No caso do PT Noites estão disponíveis duas modalidades, o PT Noites básico em que o cliente poderá falar todo o tempo que quiser nos dias úteis, das 21h às 9h, para qualquer número da rede PT dentro do país; e o e o PT Noites+, que começa às 19h e termina às 9h dos dias úteis, mantendo as restantes características do serviço básico. As mensalidades associadas aos novos serviços são, respectivamente, 3,90 e 5,90 euros (IVA incluído).



Em breve serão conhecidos novos planos tarifários, já que esta é uma estratégia de investimento que a PT Comunicações pretende manter nos "próximos anos", segundo referiu Manuel Rosa da Silva, administrador da empresa, hoje, em conferência de imprensa. "A concorrência do móvel obriga à atribuição de valor ao fixo", salientou o responsável, referindo ao mesmo tempo que esta aposta nos planos tarifários já resultou na produção de "algum atraso" na migração para o móvel.



O número de clientes que contratam planos de preços da PT Comunicações excede actualmente o milhão, sendo o PT Fim de Semana o serviço do género de maior sucesso entre o portfólio. Os dados da operadora relativos a Janeiro e Fevereiro deste ano mostram um incremento do tráfego de 3,1 por cento durante o período do fim-de-semana, face aos mesmos meses de 2004.



"Normalmente, os clientes duplicam o tempo de utilização da rede quando contratam este tipo de serviços", explica Manuel Rosa da Silva. A PT garante, por isso, que vai alargar o conceito de tráfego ilimitado a outros horários. "Estes planos de preços começam a mexer o ponteiro do negócio da rede fixa", considera o administrador da PT Comunicações.



A par do novo plano de preços, a operadora de rede fixa do grupo PT inicia igualmente hoje o "*22", um serviço telefónico ao qual o consumidor poderá recorrer se pretender contratar um dos produtos PT Comunicações nesta área, e onde está já contemplado o PT Noites.



O incontornável "tema" Optimus Home

Como não podia deixar de ser, a aprovação pela Anacom e consequente relançamento do Optimus Home (ver Notícias Relacionadas) foram tema para algumas das questões colocadas a Manuel Rosa da Silva, nomeadamente relativamente a uma provável resposta da operadora ao serviço. O responsável garantiu mais uma vez que essa não é a aposta da PT Comunicações. "Acreditamos que todos os lares portugueses vão acabar por ter Internet e a Internet não faz parte da oferta Optimus Home, ou seja, as necessidades do cliente a este nível não vão ser atendidas. O mercado é que vai acabar por decidir".



Já relativamente à decisão da Anacom, o administrador da PT Comunicações diz que a operadora irá respeitar, "como acontece sempre", o parecer do regulador, embora possa pensar de maneira diferente. "Temos a nossa opinião, mas respeitamos a da Anacom, o que nem sempre fazem os outros operadores".



Notícias Relacionadas:

2005-02-28 - Optimus Home relançado com preços promocionais

2005-02-27 - Anacom aprova reinicio de serviço Optimus Home e mantém limite à mobilidade

2004-06-26 - Mais de um milhão de consumidores beneficiaram do acordo PT/DECO

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.