A estratégia da Portugal Telecom para a área dos call centers foi reforçada, com a operadora a anunciar o aumento do número de postos de atendimento nos centros de Coimbra, Castelo Branco e Évora.

Prosseguindo os seus planos de colocar estes centros fora das grandes cidades de Lisboa e Porto, a PT anunciou ainda que vai criar um centro de atendimento no Funchal.

Henrique Granadeiro, presidente não executivo da empresa, que falava na conferência "O Direito e a Economia", organizada pelo Instituto de Direito Económico e Fiscal em redor do tema "crise", destacou esta iniciativa da PT como uma das medidas "contra-cíclicas" em curso na operadora.

Citado pelo Jornal de Negócios, o responsável referiu que 70 por cento dos centros de atendimento ao clientes da PT estão fora de Lisboa e Porto.

Outras medidas contra-cíclicas apresentadas pelo presidente não executivo da PT referem-se aos investimentos da operadora numa rede de fibra óptica, ao anunciado congelamento do programa de despedimentos e ao aumento das funções dentro da empresa, que estiveram entregues em outsourcing.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.