A Redvo apresentou-se ao mercado em Abril deste ano com planos para o lançamento de uma oferta de telecomunicações suportada na sua própria infra-estrutura sem fios, assegurada pela tecnologia Wimax. A empresa previa iniciar operações com um piloto de três meses que terminaria perto do final do ano.



Seis meses depois a Redvo continua a suportar a sua oferta comercial em produtos assentes na infra-estrutura da PT: banda larga e voz sobre IP, que deveria manter no mercado apenas até poder começar a operar a sua própria tecnologia.



No plano de negócio da empresa liderada por Celso Meira não estava contemplada um período tão longo de análise por parte da Anacom relativamente ao modelo de distribuição de licenças para a tecnologia que trás mais alcance e largura de banda ao WiFi, confessa o responsável em declarações ao TeK.



A Redvo cumpriu o plano de cobertura previsto para o piloto e já montou a sua infra-estrutura de rede em toda a cidade de Cascais, aguardando agora pelo acesso à licença para operar.



Não é conhecido o calendário da Anacom relativamente a este assunto que está em análise, cá como em vários países da Europa. Celso Meira acredita que Portugal seguirá um de dois modelos adoptados em alguns países europeus: vender ou simplesmente distribuir as licenças. Não haver licenciamento da tecnologia é uma hipótese que não considera.



O WiMax funciona em várias frequências, algumas licenciadas outras não. É vista como complemento ou mesmo possível alternativa às tecnologias móveis de terceira geração como o UMTS ou, no fixo, como alternativa para garantir a ligação na "última milha" até à casa do cliente e está a merecer um forte esforço de investimento por parte de alguns gigantes da tecnologia como a Intel.



A Redvo mantém para já operações suportadas na infra-estrutura de rede fixa da PT, com mais sucesso no segmento empresarial (sobretudo no VoIP).



A nível residencial Celso Meira reconhece que é difícil retirar clientes ao incumbente sem oferecer valor acrescentado.



Recorde-se que a Anacom já concedeu autorização para testes técnicos à tecnologia WiMax pela PT, ainda em 2005, renovada já este ano com duração até Outubro.



Notícias Relacionadas:

2006-04-20 - Redvo Telecom quer avançar com oferta Triple Play até final do ano

2005-05-05 - Anacom autoriza utilização das frequências FWA da PT para testar WiMax

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.