A Sonaecom está disponível para discutir a abertura da sua rede a novas operações móveis virtuais, como está a fazer na parceria com a The Phone House, admitiu hoje Luís Reis, prevendo o surgimento de novos MVNOs (MVNO, sigla em inglês para Mobile Virtual Network Operator) nos próximos meses.



O responsável considera que depois do surgimento do primeiro MVNO - a Talk Talk - deverão surgir outros players nos próximos meses, mas escusa-se a avançar se a Optimus estará em negociações com outros interessados em entrar no mercado móvel por esta via.



Luís Reis, que falava à margem do V Fórum do Diário Económico, explica que a "Sonaecom e a Optimus não receiam a concorrência", considerando por isso normal "sermos nós a avançar nesta área".



Sobre o modelo de operação da Talk Talk, lançada ontem pela The Phone House, o responsável considera que à partida este é o modelo que tem maior potencial de sucesso. "Acreditamos que os MVNOs focados na marca e distribuição são os que têm mais hipóteses de sobrevivência", defende.



A Sonaecom garante que a concretizar-se a OPA sobre a PT, que prevê a fusão da TMN e da Optimus, a disponibilidade do grupo para discutir a abertura da rede à entrada de MVNOs se manterá.



Recorde-se que a rede da Optimus já serve de suporte à operação da rede4, uma marca criada pelo grupo para operar no segmento discount que na prática é idêntica a um operador móvel virtual, figura que formalmente não foi ainda aprovada pelo regulador.



Notícias Relacionadas:

2006-07-10 - The Phone House avança com nova marca móvel suportada na rede da Optimus

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.