A T-Mobile garantiu esta semana que é a primeira operadora a avançar com uma rede 5G de cobertura integral nos Estados Unidos, num serviço que vai cobrir 200 milhões de pessoas, aproveitando para acusar a Sprint e a AT&T de enganarem os clientes com o serviço 5G que oferecem.

Embora a empresa alemã garanta que a rede está ativa, ninguém poderá recorrer à tecnologia até sexta-feira, altura em que estarão disponíveis para compra o OnePlus 7T Pro 5G McLaren e o Samsung Galaxy Note10+ 5G, já disponíveis para pré reserva.

A Metro, da T-Mobile, vai lançar na sexta feira o primeiro serviço 5G pré-pago, mas a operadora também garante que não há custo adicional para quem quiser aceder à rede, e que o preço é o mesmo do 4G.

A instalação do 5G "em todo o país" com a faixa de 600 MHz recorre a espectro de rádio usado no LTE mas agrupa as frequências para fornecer velocidades mais rápidas. No entanto, no comunicado disponível no site oficial, a empresa não especifica detalhes sobre a velocidade, garantindo apenas que não serão iguais em todas as regiões. “Em alguns lugares, a faixa de 600 MHz 5G será muito mais rápida que o 4G. Noutros casos, os clientes não irão notar tanta diferença ", disse um porta-voz da T-Mobile.

A T-Mobile começa a vender na sexta-feira o OnePlus 7T Pro 5G McLaren Edition por 899,99 dólares e o Galaxy Note 10 Plus 5G por 1299,99 dólares, ambos capazes de se ligar à sua rede 5G de 600MHz.

Recorde-se que os Estados Unidos estiveram numa disputa com a Coreia do Sul para ver quem lançava primeiro uma rede 5G, com operadoras a lançarem serviços exatamente no mesmo dia.

A mais recente edição do Ericsson Mobility Report prevê que o 5G atinja um total de 2,6 mil milhões de subscrições, à escala global, até ao fim de 2025. Este número significa uma subida exponencial em relação aos 1,5 mil milhões mencionados na edição de novembro de 2018.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.